fechar
CBD

A União Europeia restringe alimentos e suplementos alimentares à base de CBD

extrato de óleo cbd de sementes de cannabis

Avaliações de novos alimentos de canabidiol pausadas aguardando novos dados

Reguladores da União Europeia estão arquivando planos para permitir que o CBD seja vendido livremente e adicionado a alimentos e suplementos alimentares. Atualmente, os cientistas da EFSA não podem estabelecer a segurança do canabidiol (CBD) como um novo alimento devido à falta de dados e incertezas sobre os possíveis danos do consumo de CBD.

A Comissão Europeia considera que o CBD pode ser considerado um novo alimento se atender às condições da legislação europeia sobre novos alimentos. Após a apresentação de vários pedidos relativos ao CBD ao abrigo do Regulamento de Novos Alimentos, a Comissão perguntou EFSA para dar sua opinião sobre a segurança do consumo de CBD para humanos.

A Autoridade Europeia de Segurança Alimentar disse esta semana que não possui dados suficientes para comentar sobre a segurança do CBD para consumo humano.

“Não há dados suficientes sobre o efeito do CBD no fígado, trato gastrointestinal, sistema endócrino, sistema nervoso e bem-estar psicológico das pessoas”, disse a agência de saúde.

A agência analisou mais de uma dúzia de solicitações de empresas que desejam vender produtos CBD sem receita nos estados membros da UE. Esse atraso significa que essas empresas não sabem se e quando poderão comercializar seus produtos.

ler :  CBD poderia ajudar pacientes com câncer de pâncreas

A União Europeia planejou realizar uma reunião pública em 28 de junho sobre o consumo de CBD e o que os reguladores querem saber sobre isso. Mas as autoridades não deram indicação de quanto tempo levará para encontrar os dados que procuram.

Os canabinóides derivados do cânhamo, incluindo o CBD, foram adicionados ao Novo Catálogo de Alimentos da UE em janeiro de 2019, o que significa que os alimentos e suplementos de CBD devem ser avaliados quanto à segurança do consumidor antes de serem vendidos.

O atraso da UE ocorre após atrasos semelhantes no Reino Unido, um ex-membro da UE que disse depois de deixar o sindicato que avaliaria a segurança dos produtos CBD. Esse processo se arrasta há anos, levando um grupo de parlamentares a recomendar esta semana que o Reino Unido revise seu processo de avaliação de produtos CBD.

Lacunas de dados e incertezas

O Painel de Especialistas em Nutrição, Novos Alimentos e Alérgenos Alimentares (NDA) da EFSA recebeu 19 solicitações para que o CBD seja autorizado como um novo alimento, com mais sendo revisado.

O presidente do Grupo NDA, professor Dominique Turck, disse: “Identificamos vários perigos associados ao consumo de CBD e determinamos que as muitas lacunas de dados sobre esses efeitos à saúde devem ser preenchidas antes que essas avaliações possam ser feitas. É importante enfatizar neste ponto que não concluímos que o CBD não é seguro como alimento. »

ler :  CBD e vitaminas: a combinação vencedora contra doenças auto-imunes?

Estudos em animais mostram efeitos negativos significativos, especialmente no que diz respeito à reprodução. É importante determinar se esses efeitos também são observados em humanos.
Apoio ao candidato

Ana Afonso, Head of Nutrition and Food Innovation da EFSA, disse: “Não é incomum parar a avaliação de um novo alimento quando falta informação. Os candidatos são responsáveis ​​por preencher as lacunas de dados. Nós nos envolvemos com eles para explicar como informações adicionais podem ser fornecidas para ajudar a eliminar incertezas. »

No âmbito do seguimento, a EFSA está a organizar uma sessão de informação, aberta a candidatos e outros grupos ou indivíduos interessados ​​nesta temática e em novos alimentos em geral.


Tags: canabidiolConsumoEuropa
weedmaster

O autor weedmaster

Locutor de mídia e gerente de comunicações especializado em cannabis legal. Você sabe o que eles dizem? conhecimento é poder. Compreenda a ciência por trás da medicina cannabis, enquanto se mantém atualizado com as últimas pesquisas, tratamentos e produtos relacionados à saúde. Mantenha-se atualizado com as últimas notícias e ideias sobre legalização, leis, movimentos políticos. Descubra dicas, truques e guias de como fazer dos produtores mais experientes do planeta, bem como as últimas pesquisas e descobertas da comunidade científica sobre as qualidades médicas da cannabis.